O universo nano ao seu alcance

jun 3

Construa um modelo de fulereno em papel

         INTRODUÇÃO

     Os fulerenos, descobertos na metade da década de 80, por H.W.Kroto e R.E.Smalley
são formas alotrópicas do elemento carbono, que possuem entre com 44 e 90 átomos de
carbono, ainda que a forma mais popular seja aque apresenta 60 átomos de carbonos,
constituída por hexágonos planos e pentágonos com um pequeno ângulo de curvatura,
lembrando uma bola de futebol (Modelos anteriores à copa do mundo de 2010). Ver Figura 1:    
 
 
                                            
Figura 1. Estrutura do fulereno C60
 
 
      Os fulerenos representam um grande interesse científico, sendo objeto de estudo em
grupos de pesquisa em todo mundo. 
      Solubilidade em solventes orgânicos, possibilidade de incorporação de átomos
(Formando compostos mistos com Potássio, por exemplo) e de moléculas orgânicas
em sua estrutura são algumas das propriedades que tornam os fulerenos materiais
interessantes para construção de dispositivos eletroquímicos como baterias e
capacitores, por exemplo. Outra propriedade interessante é a absorção de luz
para formar uma espécie excitada C60*, que possui coeficiente de absorção óptica
maior, sendo portanto, possível a sua utilização para protetores de radiação visível (Luz, lasers). 
     Uma possibilidade interessante, do ponto de visto econômico, é a conversão de fulereno
em diamante, através da aplicação de altas pressões, mas à temperatura ambiente
(Processo menos dispendioso energeticamente do que o que utiliza grafite).
     O fulereno também possui potencial de geração de oxigênio singlete (Sendo
necessário para isso excitar o fulereno para a forma C60*); essa espécie de oxigênio
possui elétrons emparelhados, mas é energeticamente   menos favorável que o estado
"comum" do oxigênio (Estado triplete, com elétrons desemparelhados) e, portanto,
extremamente reativa. A geração de oxigênio singlete é in loco é uma das formas de
tratamento de câncer que vem sendo estudadas atualmente (O oxigênio singlete gerado
ataca e destrói células tumorais).  
 
 
 

 
         A construção do modelo da molécula de fulereno em papel é muito simples: imprima
a Figura 1  e, utilizando um tesoura, recorte os locais indicados pelas linhas pontilhadas.
Em seguida, recorte completamente os hexágonos que possuem o logotipo do Olhar Nano.
Agora, utilize cola para sobrepor os hexágonos vizinhos (Separados pelos cortes). Nessa
etapa, você perceberá o surgimento de pentágonos. Continuando o processo, a estrutura
do fulereno irá surgir. Obs: cole cuidadosamente os hexágonos vizinhos, com atenção para
não amassar ou deformar os outros hexágonos.
 
           
           REFERÊNCIAS
 
  •  H. W. Kroto, J. R. Heath, S. C. O'Brien, R. F. Curl and R. E. Smalley (1985). "C60: Buckminsterfullerene".
  • Nature 318: 162–163. doi:10.1038/318162a0
  • J. Chem. Educ., vol. 69, nº 8, p. 610, 1992

 

Olhar Nano